Infidelidade: As 5 mentiras mais comuns

infide
Todos os mentirosos são infiéis? Não. Todos os infiéis são mentirosos? Sim. De uma forma ou de outra, uma pessoa infiel está criando desculpas que permitam justificar o seu comportamento em relação a seu parceiro e ambiente, mas principalmente tentam enganar a si mesmos.

Muitos não têm a intenção de machucar quem está ao seu lado, mas preencher um vazio que foi criado por várias razões, e que não são capazes de compartilhar com a pessoa certa. Eles usam várias mentiras para que seu comportamento não seja criticado, embora nenhum convença completamente. Aqui eu compartilho algumas delas para você ter em mente:

1. Ver pornografia não é infidelidade

Muitas vezes, essa resposta é baseada no argumento de que não conhecem ou não conhecerão a outra pessoa na vida real, mas a verdade é que surpreender o cônjuge assistindo pornografia gera os mesmos sentimentos negativos que surgiriam se fosse uma infidelidade com uma pessoa “de carne e ossos”.

2. Os homens são mais propensos a ter relações sexuais com várias mulheres

O casamento é um compromisso entre duas pessoas que se amam, por isso deve haver respeito mútuo. O fato de estar com uma terceira pessoa é uma falta de respeito com o cônjuge, com o casamento e consigo mesmo. Esta conduta não é exclusiva dos homens, isso também ocorre em mulheres com grande frequência.

3. O que os olhos não veem, o coração não sente

Se ele(a) não sabe, não faz mal. Como diz um refrão muito antigo “É mais fácil pegar um mentiroso do que um ladrão” e quando a mentira for descoberta pode ser tarde demais para salvar o casamento. Mesmo que o cônjuge não veja e não saiba, isso causa danos ao relacionamento.

4. Uma vez não é nada

“Se o erro só aconteceu uma vez, então não é necessário considerá-lo.” Não importa se só ocorreu uma vez, o efeito que tem no amor é o mesmo. Se for um erro que se repetiu, então deve ser assumida outra atitude a respeito.

5. A culpa é SUA

Nestes casos, nunca há um culpado, são sempre dois. Seja porque você deixou seu cônjuge de lado ou porque seu cônjuge se esqueceu que você existia: ambos devem reconhecer os erros e permitir tempo para corrigi-los. E sim: ambos precisam perdoar. Se não, a situação irá se repetir.

Uma infidelidade muitas vezes não significa falta de amor, de modo que é possível superá-la. Embora nem todos possam perdoar da mesma forma ou com a mesma velocidade, quando se trabalha em equipe para alcançar isso, torna-se muito mais fácil. Não se engane, qualquer tipo de engano machuca você e as pessoas ao seu redor. Antes de agir, é melhor pensar.

Via: Familia.com.br

Conte-nos o que você achou dessa matéria

comentários